Notícias

Ver notícia

Um total de 20 conteúdos sobre temas ligados ao abastecimento de água tratadas, implantação da rede de esgoto e preservação dos recursos hídricos inscritos no 2º Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental foram reconhecidos em 4 categorias na noite de terça, 14 de novembro. Desenvolvida pelas concessionárias Águas de Camboriú, Águas de Penha, Águas de Bombinhas e Águas de São Francisco do Sul – pertencentes ao Grupo Aegea, maior holding de saneamento do país – a premiação foi entregue aos autores dos melhores trabalhos produzidos em texto, áudio, vídeo e mídias sociais.

No total, foram inscritas 32 matérias e postagens de mídias sociais publicadas por 24 veículos de comunicação de Santa Catarina entre o dia 1º de janeiro e 29 de outubro deste ano. Critérios como criatividade, inovação na linguagem, técnica de reportagem, apuração das informações e zelo pela ética jornalística foram avaliados pelos jurados. A comissão julgadora foi formada por Billy Culeton, representante da Associação Catarinense de Imprensa (ACI); Giovana Pavei, professora de Comunicação da Universidade do Vale do Itajaí (Univali); e Maristela Yule, da equipe de comunicação nacional da Aegea.

Os três primeiros colocados em cada categoria receberam premiação em dinheiro: R$ 7 mil para o primeiro colocado, R$ 3 mil para o segundo, e R$ 1,5 mil para o terceiro colocado, além de certificados para o quarto e quinto lugar de cada categoria, em um total de R$ 46 mil em dinheiro.

Reginalva Mureb, presidente das concessionárias da Aegea em Santa Catarina, destacou a importância do jornalismo para o setor de saneamento básico no Brasil. “A premiação busca justamente valorizar o trabalho realizado pelos profissionais de comunicação que cobrem o setor em nosso Estado, investigando, buscando todos os lados com transparência e evidenciando a urgência do saneamento básico para o nosso país, que impacta diretamente sobre a saúde das pessoas e sobre a preservação do meio ambiente”, cita Reginalva.

Gilson Zimmermann, coordenador do movimento nacional dos ODS Santa Catarina e que participou do evento de premiação, destacou o papel social dos veículos de comunicação em reverberar notícias ligadas ao saneamento básico e às causas sustentáveis. “O prêmio de jornalismo valoriza e destaca, cada vez mais, o papel fundamental da imprensa na busca por uma sociedade mais igualitária”, disse. Também participaram da solenidade de entrega o vice-prefeito de Camboriú, Júnior Cardoso; Luana Pretto, presidente executiva do Instituto Trata Brasil, e Rubens Filho, gerente da Plataforma de Ação pela Água e Oceano do Pacto Global da ONU no Brasil.

Para Gerson Felippi, jornalista da Rádio Menina FM que conquistou o primeiro lugar na categoria Áudio, foi extremamente gratificante participar do 2º Prêmio Águas de Jornalismo, ajudando a exercer o papel social da imprensa de levar informação às pessoas. “Ainda mais para tratar de um assunto tão relevante que é o saneamento básico. Camboriú precisa urgentemente do sistema de esgoto e buscamos dar luz ao assunto, conscientizando as pessoas a cobrarem pelo serviço”, cita Gerson.

Premiado duplamente – com a primeira colocação em Mídia Social e quarto na categoria Texto – o jornalista Vilmar Carneiro, do portal Carneiro News, se declara satisfeito pelo reconhecimento profissional e pelo espaço de fala para tratar de assuntos ligados ao meio ambiente da região. “Mas quem ganhou mesmo foi o rio Iriri, foco da minha reportagem. Certamente seus lamentos e pedido de socorro serão ouvidos pela população, órgãos competentes e poder público. Que sua voz tenha um impacto positivo”, cita Carneiro.

Jornalistas premiados:

TEXTO

1) Fernando Assanti (Linha Popular)

2) Renata Rutes (Página 3)

3) Brunela Amarante Maria (Visor Notícias)

4) Vilmar Carneiro (Carneiro News)

5) Sabrina da Silva Quariniri (A Notícia)

VÍDEO

1) Luan Diego Vosnhak (NDTV Florianópolis)

2) Brunela Amarante Maria (Visor Notícias)

3) Thayná Santos Costa (NDTV Itajaí)

4) Juliana Senne (NDTV Itajaí)

5) Artur Bezerra (NDTV Itajaí)

ÁUDIO

1) Gerson Filippi Junior (Rádio Menina)

2) Mari Junkes (Rádio Câmara)

3) Anderson Rodrigo Vieira (Olhar do Vale)

4) Peeter Lee Grando (Rádio Conexão FM)

5) Liandro Ignacio Passos (Rádio Trans 99 FM)

MÍDIA SOCIAL

1) Vilmar Carneiro (Carneiro News)

2) Edenilson Pozzobon (Janelão)

3) Renata Rutes (Página 3)

4) Fladimir Rodrigues (Radar São Francisco)

5) Anderson Rodrigo Vieira (Olhar do Vale)

Compartilhar:

Veja Também

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.

3° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental Saiba mais
3° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental

A premiação busca incentivar a realização de reportagens sobre a importância do saneamento.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de São Francisco do Sul.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.