Notícias

Ver notícia

O Fórum Brasil ODS reuniu, na última semana, centenas de especialistas em um debate sobre as atividades que vêm sendo desenvolvidas no país em favor da Agenda 2030 – ações que promovem e estimulam os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A presidente da Águas de Camboriú, Águas de Bombinhas, Águas de Penha e Águas de São Francisco do Sul, Reginalva Mureb, e a diretora executiva Maraísa Mendonça, participaram de painéis, expondo as atividades desenvolvidas pelas concessionárias em prol do desenvolvimento ambiental e sustentável das cidades.

Com foco no esgotamento sanitário, Reginalva reforçou as conquistas dos municípios catarinenses onde a empresa atua e lembrou que as concessionárias têm metas pragmáticas a serem cumpridas. “Em Bombinhas, por exemplo, temos até 2026 para deixar o município 100% saneado. Já, em Penha,  superamos o desafio do abastecimento, distribuindo atualmente 200L/s de água tratada proveniente de fontes subterrâneas, rio e lagoa. Isso comprova que também temos que ser criativos na solução das nossas questões”, explica ela.

Já em São Francisco do Sul, a concessionária instalou uma nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) tecnológica, moderna e automatizada. Em relação a Camboriú, Reginalva reforça que a solução do esgotamento sanitário da cidade deve ser decidida nos próximos meses. Atualmente, o debate encontra-se entre município e agência reguladora, “mas estamos prontos e com a expectativa de receber esta incumbência tão importante de sanear Camboriú”, completa a presidente.

Outro ponto importante debatido durante o dia foi a questão das perdas de água tratada. Conforme Luana Pretto, presidente do Instituto Trata Brasil, a média nacional de perdas gira em torno dos 40%, contudo, regiões do Brasil chegam a registrar índices impressionantes – até 80% de perda de água tratada.

As concessionárias de Santa Catarina apresentam melhoras significativas em relação a isto. Graças aos investimentos em tecnologia e trabalho 24 horas das equipes, as empresas exibem índices muito menores: em Bombinhas, o índice de perda de água tratada é de aproximadamente 11%. Em Camboriú, apenas 16% e São Francisco do Sul e Penha, em torno dos 25%.

Além dos cuidados ambientais, o olhar sobre os colaboradores e práticas na gestão das empresas também foi um tema debatido durante o evento. Maraísa Mendonça reforçou as ações desenvolvidas dentro da empresa, como os diálogos diários com os colaboradores, ginástica laboral e prêmios de inovação.

“A prática das ODS dentro das empresas é o primeiro passo para levar estas mudanças para a sociedade. Olhar para os colaboradores, mas também para as ações desenvolvidas no dia a dia, como excluir o uso de plásticos na empresa, incentivar o uso da tecnologia e de práticas sustentáveis” completa Maraísa.

O Movimento Nacional ODS é um movimento social constituído por voluntários, formado por pessoas físicas e jurídicas, de caráter suprapartidário, plural e ecumênico. Com signatários em todas as regiões de Santa Catarina, o grupo visa mobilizar pessoas e organizações catarinenses para a realização de práticas alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. A intenção do grupo é de contribuir para que todos os catarinenses possam viver em uma sociedade mais justa, inclusiva e sustentável.

Compartilhar:

Veja Também

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de São Francisco do Sul.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de São Francisco do Sul e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.

PROSPERA: Em ação social pioneira no setor, Aegea promove atividades gratuitas de bem-estar e saúde em São Francisco do Sul Saiba mais
PROSPERA: Em ação social pioneira no setor, Aegea promove atividades gratuitas de bem-estar e saúde em São Francisco do Sul

Com diversos serviços em benefício da população, a Águas de São Francisco do Sul, uma empresa da holding Aegea, líder no setor privado de...

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.