Notícias

Ver notícia

A Águas de São Francisco do Sul aguarda a liberação da Licença Ambiental de Operação pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE Ubatuba). Com o documento, a concessionária estará apta a dar início ao tratamento do esgoto da região das praias. A ETE Ubatuba vai tratar cerca de 5 milhões de litros de esgoto por dia na baixa temporada e mais de 10 milhões de litros no verão, quando em plena operação. “A obra faz parte do cronograma de investimentos da empresa para a universalização do saneamento no município”, destaca a presidente da concessionária, Reginalva Mureb.

Com 20 mil metros quadrados de área construída, a estação utiliza tecnologia de lodo ativado, do tipo aeração prolongada, através de reator sequencial em bateladas. Inaugurada em 2020, a ETE vai contribuir para uma grande melhoria na saúde da população, preservação do meio ambiente e valorização imobiliária da cidade.

A rede do sistema de esgoto da região das praias já conta 24 quilômetros de extensão e cerca de 2.067 ligações. Mesmo após a instalação dos ramais, os esgotos residenciais ainda não podem ser conectados à rede, uma vez que ela ainda não está em operação. No momento adequado, quando todo o sistema estiver implantado e a ETE entrar em funcionamento, os moradores serão avisados pela concessionária de que as ligações poderão ser efetivadas.

Compartilhar:

Veja Também

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de São Francisco do Sul oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Revista Aegea Saiba mais
Revista Aegea

Faça o download da Revista Aegea e fique por dentro das novidades que acontecem na empresa.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.