Notícias

Ver notícia

As obras de implantação da rede de esgoto em São Francisco do Sul estão sendo acompanhadas semanalmente por representantes do Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Samae), da Secretaria Municipal de Obras do município e da Águas de São Francisco do Sul. O objetivo é garantir a qualidade do serviço realizado e corrigir possíveis pontos de convergência que possam existir entre o poder concedente e a concessionária.

Rodrigo Lacerda, diretor executivo da concessionária, explica que foi alinhado um procedimento com o município onde antes de iniciar o trabalho, a Águas de São Francisco do Sul faz um relatório completo das condições das ruas. O documento é encaminhado à prefeitura antes do início das intervenções na via com o propósito de mostrar as condições das ruas antes das obras de implantação da rede.

No relatório é feita a análise e comprovação com fotos das condições da pista de rolamento, calçadas e bueiros. Após a conclusão das obras, a concessionária faz um novo levantamento comparando as condições em que a rua foi encontrada e como ela está sendo entregue. “A concessionária sempre vai manter a qualidade da rua, seja ela pavimentada ou de chão batido”, acrescenta Rodrigo.

De acordo com o diretor-presidente do Samae, Sidiclei Silva Guimarães, uma das preocupações do poder concedente é com o tempo de recomposição das vias. Segundo ele, como há um número maior de frentes de trabalho fazendo a instalação da rede de esgoto em relação às que atuam na recomposição, o poder público vem solicitando à concessionária um maior equilíbrio entre as duas etapas com o objetivo de reduzir o tempo de conclusão dos trabalhos.

A concessionária esclarece que  o tempo para realização da obra da rede é menor do que o tempo de recomposição da via, que exige um trabalho mais cauteloso, principalmente nas pavimentadas com lajotas. Conforme o diretor executivo da concessionária, a recomposição das ruas leva, em média, 10 dias.

O prazo para concluir todo o processo da obra de construção de um sistema de esgotamento sanitário, incluindo a escavação para implantação da nova rede coletora de esgoto e a recomposição das ruas, pode variar de acordo com o trecho e profundidade das valas no solo.

Além disso, chuvas intensas podem interferir no cumprimento desse prazo.

A Águas de São Francisco do Sul vem mantendo contato permanente com a população, informando a realização dos serviços e o tempo necessário para a conclusão dos trabalhos. Além disso, vem intensificando a sinalização das ruas onde está sendo implantada a rede de esgoto, para que as pessoas fiquem informadas e tenham tranquilidade de que a empresa vai retornar para concluir os trabalhos.

Compartilhar:

Veja Também

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental Saiba mais
1° Prêmio Águas de Jornalismo Ambiental

A premiação busca incentivar a realização de reportagens sobre a importância do saneamento.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.